Na noite passada, na noite mais importante para um católico, assisti novamente o filme “A paixão de Cristo”, aquele mesmo do Mel Gibson. E sim, é um filme muito forte e violento e é impossível dormir imediatamente após assisti-lo, não é um filme pipoca, é um filme que conta uma história real, a história da salvação do mundo… Mesmo que você não acredite nisso.

Mas sabe, o filme é maravilhoso, pois nos ensina a amar a dor de Jesus, a amar a Jesus não só pelos milagres/prodígios, não só pela glória que Ele sim faz, mas pelas dores e consequentemente amar as dores que nós sentimos no dia-a-dia de nossas vidas, sabendo que tudo tem um propósito para Deus.

“Todos nós temos uma cruz para carregar. Eu tenho que carregar minha própria cruz. Se nós não carregamos nossas cruzes, nós seremos esmagados sob o peso delas. Então vamos em frente” - Jim Caviezel

Eu, como católico, tenho dever de amar o madeiro, pois pelo madeiro entrou o pecado lá em Gênesis com Adão e Eva naquela passagem do “fruto proibido” e pelo madeiro saiu, no grande e maior sacrifício, do cordeiro imolado, que morreu em nosso lugar.

O filme “A paixão de Cristo” é católico do começo ao fim e Mel Gibson foi mais do que feliz ao retratar desde a agonia do nosso Senhor Jesus Cristo até a ressurreição.

E por falar em catolicismo, cada vez que assisto este filme, eu me torno mais católico e percebo que estou na Igreja de Cristo, pois somos a única denominação que ama a cruz, que abraça a cruz e que adora Jesus morto, em sua santa humanidade. E nós, representados em São João, o discípulo amado, tendo como mãe a mãe de Deus (Theotokos).

Se você é católico e não tem coragem ou acha que o filme não precisaria ser tão violento, convido-o a assisti-lo e enxergar a beleza da Santa Cruz, a beleza da instituição dos sacramentos, da Santa Missa, a cada passo de Jesus ao calvário.

Se você ama Cristo, hoje Ele te convida a amar a Santa Cruz.

Como diz na música da Banda Arkanjos, minha música preferida da vida:

“Nós somos a Igreja da Cruz, por isso a exaltamos Senhor”.